Imprimir

 

Título: SelecTEcoli – Seleção e caraterização de estirpes de E. coli com tolerância acrescida a multi-inibidores derivados dos processos de pré-tratamento da biomassa lenhocelulósica

REF: ALT20-03-0145-FEDER-000034

Inicio: 13/03/2016

Fim: 01/01/2019

Ficha técnica do projeto: Disponível aquí

Resumo:

A implementação da plataforma bioquímica no âmbito do conceito de biorrefinaria está dependente da solução de três grandes questões:

  • Melhoria da tecnologia de pré-tratamento, otimizando os processos de fracionamento e recuperação seletiva das diferentes frações (hemicelulose, celulose e lenhina), sendo que deve ser dada especial atenção à recuperação das hemiceluloses.
  • Desenvolvimento de novos processos para a obtenção de mais valor a partir de todas as frações, mas especialmente da hemiceluloses ricas em pentoses e da lenhina, sendo que deve ser dada especial atenção à procura/desenvolvimento de novos biocatalisadores microbianos (mais resistentes e/ou com novas funcionalidades)
  • Desenvolvimento de processos economicamente mais sustentáveis para a produção e utilização celulases.

Neste projeto pretende-se caracterizar e quantificar a resposta fisiológica de estirpes da fábrica celular E. coli, a compostos usualmente presentes em hidrolisados lenhocelulósicos e identificar os mecanismos determinantes dessas respostas. Para tal, far-se-á um estudo comparativo (benchmarking) da tolerância de várias estirpes a compostos modelo (furfural, ácido acético ou fórmico e seringaldeído ou hidroquinona e misturas destes), o que permitirá uma seleção fundamentada das estirpes a estudar mais detalhadamente. A biomassa microbiana, recolhida em condições reprodutíveis, será utilizada para estudos de metabolómica, transcriptómica e/ou proteómica que permitam identificar quais os mecanismos de resistência presentes e se possível, a sua magnitude. Os resultados obtidos serão também utilizados para a construção de modelos matemáticos de modo a permitir relacionar a informação genética com a informação fisiológica e metabólica. Espera-se que estes resultados possam elucidar quais os mecanismos mais relevantes na tolerância a estes compostos, contribuindo para definir quais as modificações genéticas a realizar, de forma a aumentar a tolerância e consequentemente o desempenho desta fábrica celular em meios industriais.

 

Partipantes: 

 

Coordenador: Conceição Fernandes

Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo (CEBAL)

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Copyright 2013 | CEBAL | Contactos